Guarani
ESPORTES

Guarani 1 x 0 Cruzeiro – Bugre derruba o líder da Série B


Cruzeiro Guarani 1 x 0 Cruzeiro – Bugre derruba o líder da Série B

O time campineiro fez uma partida defensivamente perfeita e confirmou a vitória

Categorias: Grandes clubes do Brasil

Por: Agência Futebol Interior, 09/07/2022

guarani

Campinas, SP, 09 (AFI) – O Guarani voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B. Na manhã deste sábado, pela 17ª rodada, o time bugrino bateu o líder Cruzeiro por 1 a 0, no Brinco de Ouro da Princesa, ganhando assim um fôlego na luta contra o rebaixamento.

Com o resultado, o Guarani chegou aos 17 pontos, mas ainda dentro da zona de rebaixamento. Com 38, o Cruzeiro conheceu a terceira derrota no campeonato, e continua na liderança isolada, podendo ver essa diferença cair até o final da rodada.

O Cruzeiro, inclusive, não costuma ter tanta sorte contra o Guarani, que leva a melhor no retrospecto geral. Eles se enfrentaram 37 vezes, com 13 vitórias bugrinas, 11 do time celeste e 13 empates.

BUGRE NA FRENTE!

O jogo começou quente no Brinco de Ouro da Princesa. Em sua primeira participação como titular, o atacante Breno recebeu belo passe de Neto Moura e arriscou. Maurício Kozlinski fez a defesa. Pais também tentou, mas sem sucesso.

O Guarani, no entanto, não ficou apenas assistindo o líder do campeonato. O time bugrino resolveu arriscar e abriu o placar aos 12 minutos. Giovanni Augusto recebeu pela esquerda, se livrou da marcação e mandou na cabeça de Mateus Ludke, que deslocou Rafael Cabral para fazer 1 a 0.

guaraniGuarani derrota o Cruzeiro. Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FV

O time campineiro começou a ter espaço e voltou a ameaçar com Lucas Ramon. Desta vez, o goleiro apareceu para salvar. Mas o grande destaque era Maurício Kozlinski. O arqueiro do Guarani fez defesas espetaculares para segurar a vantagem no placar.

VITÓRIA

O Guarani voltou para o segundo tempo disposto a surpreender. Giovanni Augusto cruzou para Maxwell, que cabeceou com muito perigo. O time bugrino, no entanto, mostrou que usará do contra-ataque para tentar ampliar, aproveitando a velocidade dos seus jogadores.

Debaixo do forte calor de Campinas, ambos os clubes mexeram. Mozart quis fazer as cinco substituições para dar fôlego novo nesta reta final, enquanto Pezzolano abriu mão do esquema de três zagueiros e colocou o time em cima do Guarani. A partida virou ataque contra defesa.

O abafa do Cruzeiro originou um contra-ataque do Guarani, que quase terminou em gol de Lucão do Break. Os jogadores do time campineiro chegaram a comemorar, mas, segundo o VAR, a bola não entrou e o jogo continuou. A equipe celeste, então, tentou pela última vez, mas a equipe bugrina estava muito bem defensivamente e conseguiu confirmar a vitória.

A sorte não estava mesmo ao lado do Cruzeiro, que chegou a mandar uma bola no travessão com Vitor Leque. O desespero era tanto que até o goleiro Rafael Cabral chegou a ir para a área, mas o dia era do Guarani.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Guarani enfrenta o Bahia no sábado, às 18h30, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP). No domingo, às 16h, o Cruzeiro recebe o Novorizontino, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

FICHA TÉCNICA

Guarani Guarani 1 0 Cruzeiro Cruzeiro Fase Fase: Única Fase Rodada: 17ª rodada Fase Data: 09/07/2022 Fase Hora: 11:00 am Fase Arbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS) Fase Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS) Fase Estádio: Brinco de Ouro da Princesa Fase Público: 6.795 pagantes Fase Endereço: Campinas (SP) Fase Renda: R$ 257.600,00 Fase Cartões Amarelos: Guarani: Lucão do Break Fase GOLS: Guarani: Mateus Ludke 12’/1T Guarani Futebol Clube Guarani

Maurício Kozlinski; Mateus Ludke, João Victor, Derlan e Lucas Ramon; Leandro Vilela, Silas (Índio), Eduardo Person (Madison), Yago (Lucas Venuto) e Giovanni Augusto (Lucão do Break); Maxwell (Nicolas Careca).

Técnico: Mozart Cruzeiro Esporte Clube Cruzeiro

Rafael Cabral; Zé Ivaldo (Geovane), Oliveira e Eduardo Brock; Pais, Willian Oliveira (Machado), Neto Moura e Rafael Santos; Breno (Vitor Leque), Daniel Júnior (Adriano) e Edu

Técnico: Paulo Pezzolano

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.