ESPORTES

Copa Paulista: Árbitro registra racismo em súmula e São Caetano repudia caso


Copa Paulista: Árbitro registra racismo em súmula e São Caetano repudia caso

Wallace, do Azulão, teria escutado palavras ofensivas vindas das arquibancadas do Oeste

Mesmo assim, não foi feito BO junto a polícia pelo caso

Categorias: Futebol Interior

Por: Agência Futebol Interior, 07/07/2022

Wallace Sao Caetano Wallace foi quem sofreu os atos de racismo

São Caetano do Sul, SP, 07 (AFI) – No fechamento da rodada de estreia da Copa Paulista, em duelo realizado na noite desta quarta-feira (06), Oeste e São Caetano ficaram no empate sem gols na Arena Barueri. Porém, na súmula, o árbitro relatou um suposto caso de racismo no estádio, no qual o meia Wallace, do Azulão, teria escutado palavras ofensivas vindas das arquibancadas.

“Informo que aos 51 minutos com a partida paralisada, o sr. Wallace Silva Pinto jogador de numero 07 da equipe do São Caetano futebol Ltda, queixou-se a mim arbitro da partida que se sentiu ofendido racialmente por um torcedor da equipe do Oeste Futebol Clube, que proferiu as seguintes palavras a ele: “Algodão de coca”. Fato este não escutado por nenhum membro da equipe de arbitragem”, disse o árbitro Fabiano Monteiro dos Santos no documento oficial da partida.

Em nota, o São Caetano também repúdio o fato, no qual explicou que o atleta começou a ouvir esses xingamentos racistas à partir do começo do segundo tempo e que preferiu relatar ao árbitro. Mesmo assim, não foi feito BO junto a polícia pelo caso.

“O São Caetano Futebol vem por meio deste comunicado se manifestar com indignação e revolta diante da manifestação de racismo direcionada ao nosso atleta Wallace por parte da torcida do Oeste no jogo de hoje em Barueri. Acreditamos que o esporte é um local de união entre todos independente de sua cor, raça ou credo. Que as autoridades punam os responsáveis e que a consciência dos mesmos evolua e os encaminhe por um caminho de sobriedade e respeito”, disse o clube.

O Oeste, foi procurado pela reportagem para falar sobre o assunto, mas até o momento não houve resposta.

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.