Rapper nega que pitbulls atacaram Cauã Reymond em condomínio no Rio
NOTICIAS

Rapper nega que pitbulls atacaram Cauã Reymond em condomínio no Rio – POA SHOW

O rapper Orochi será investigado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro pelos crimes de maus-tratos contra animais, omissão de cautela na guarda ou condução de animais e perigo para a vida ou saúde de outrem. As informações são do jornal O Globo.

De acordo com a publicação, vizinhos do artista relataram que seus três cachorros da raça pitbull andam — sem coleira ou focinheira — do lado de fora de sua mansão, localizada em um condomínio de luxo no Joá, na Zona Oeste da cidade. Os animais já teriam atacado outros cães e vizinhos — entre eles o ator Cauã Reymond. Orochi nega que seja dono dos pitbulls.

Relacionadas

Procurado por Splash via assessoria de imprensa, o rapper afirmou que as acusações contra ele são contraditórias, já que os cães não são seus.

“Os fatos alegados são contraditórios e serão devidamente apurados no judiciário. Os cães não são de minha propriedade, assim como em todos os supostos episódios de fugas dos cães eu não tive qualquer ação ou omissão que deixasse os cães escapar. Apesar disso, há uma ainda não explicada intenção de atribuir a mim, talvez o único jovem negro proprietário de um imóvel no Joá, a pecha de ‘criminoso’”, disse.

O episódio envolvendo o ator teria acontecido no último dia 12, por volta das 20h30. Cauã, a esposa Mariana Goldfarb, a filha Sofia e dois cães estavam caminhando quando foram atacados pelos pitbulls.

A reportagem também tentou contato com a Polícia Civil do Rio e a equipe de Cauã Reymond, mas não obteve retorno até o momento da publicação desta nota. Assim que houver resposta, o texto será atualizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.