Famosas apoiam Klara Castanho após adoção de bebê ser exposta
NOTICIAS

Famosas apoiam Klara Castanho após adoção de bebê ser exposta – POA SHOW

Famosas demonstraram apoio e solidariedade à atriz Klara Castanho, depois que ela contou nas redes sociais que . O caso foi exposto em comentários nas redes sociais que atacaram a atriz por não ter ficado com a criança. Para colocar fim aos rumores, Klara contou, em carta aberta, o que viveu nos últimos meses.

A jornalista e ex- Ana Paula Renault criticou a “divulgação maldosa” sobre a violência vivida pela jovem de 21 anos. “Quando uma decisão única e exclusiva da mulher passa a ser assunto público por divulgação maldosa e articulada de outra mulher, que não respeita nada nem ninguém, nos escancara o quão baixo e cruel o ser humano pode ser por ego e posicionamento político”, escreveu, no Twitter.

Relacionadas

Paolla Oliveira chamou Klara de “filhota” e disse que estará sempre ao lado dela. “Você é maior do que qualquer um ou uma que queira se promover ou promover o ódio com seu nome. Amo você. Sinta meu abraço.”

“Sinto muito que você tenha passado por isso”, escreveu a atriz Sophia Abrahão. “Estou em choque e muito triste por terem feito você relembrar e reviver toda essa dor. Sinta-se acolhida! Sinta-se amada!”.

Maisa Silva escreveu “Te amo pra sempre. Estou com você”. A dançarina e ex-BBB Brunna Gonçalves respondeu à publicação de Klara com um emoji de coração.

Em vídeo publicado logo após a carta de Klara Castanho, a atriz Fernanda Nobre questionou: “Por que o aborto é mais condenável e passível de crítica do que a violência do estupro num corpo feminino? Por que quem é contra o aborto diz que é em prol, em defesa da vida? De que vida eles estão falando?”, disse, citando dados de violência sexual no Brasil.

A ex-deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB) falou sobre o caso de Klara, relacionando-o com o estupro da menina de 11 anos, que tinha sido impedida de abortar, em Santa Catarina.

“Uma menina de 11 anos é estuprada e tenta interromper a gestação. Outra, com 21, é estuprada e decide entregar o bebê para adoção. As duas são tripudiadas publicamente porque não é sobre aborto ou adoção. É sobre controle, violência e ódio contra as mulheres”, publicou.

A ex-BBB Sarah Andrade também lamentou o episódio. “Sinto muito por saber que tenha passar (sic) por isso! Mas você é uma mulher f* e cheia de coragem! Você não está sozinha!”.

“Klara, não há o que falar, não há o que pensar. Só te confortar de alguma forma, da forma que podemos aqui distante”, disse a atriz Fernanda Paes Lima. “Você está se transformando numa mulher incrível e merece ser feliz. Fica bem. Estamos contigo.”

Thalita Rebouças, autora de três livros que viraram e foram estrelados por Klara, postou uma foto ao lado da atriz e declarou seu apoio: “Uma foto pra falar sobre . A gente fala, fala mas não pratica, né? Impressionante. Klarinha é mais que amiga. Depois de três filmes juntas ela virou minha filha do coração. E esse post é só pra dizer o quanto eu te amo e que eu tô com você, Klara. Segurando sua mão. Hoje e sempre”.

Homens também manifestaram apoio à atriz. Jean Wyllis, por exemplo, lamentou “todo o horror” vivido por Klara. “Te desejo muita força e saúde para seguir lidando com os danos dessa violência e da violência perpetrada pela imprensa de celebridades e as mídias sociais.”

Veja as publicações:

Meu amor , eu te mandei uma mensagem no privado, mas me achei na obrigação de vir te acolher publicamente, já que a violência que sofreu e sua dor tornaram-se públicas sem que fosse um desejo seu, sem que fosse garantido o seu direito à privacidade.

— Taís Araujo (@taisdeverdade)

Quando uma decisão única e exclusiva da mulher passa a ser assunto público por divulgação maldosa e articulada de outra mulher, que não respeita nada nem ninguém, nos escancara o quão baixo e cruel o ser humano pode ser por ego e posicionamento político.

— Ana Paula Renault (@anapaularenault)

Filhota, vc é mto especial e eu estarei sempre ao seu lado. Vc é maior do que qlqr um ou uma que queira se promover ou promover o ódio com seu nome. Amo vc. Sinta meu abraço. Sinta-se acolhida por tds q te respeitam. É o que importa sempre, focar no respeito, amor e na justiça ??

— Paolla Oliveira (@paolla)

sinto muito que você tenha passado por isso. tô em choque e muito triste por terem feito você relembrar e reviver toda essa dor. sinta-se acolhida! sinta-se amada! muita força pra você e pra sua família! conta comigo para o que vc precisar ??

— Sophia Abrahão (@sophiaabrahao)

Te amo pra sempre. estou com vc!

— +a (@maisa)

Você é uma pessoa admirável! Lamento por todo horror que você passou. E te desejo muita força e saúde para seguir lidando com os danos dessa violência e da violência perpetrada pela imprensa de celebridades e as mídias sociais.

— Jean Wyllys (@jeanwyllys_real)

uma menina de 11 anos é estuprada e tenta interromper a gestação. Outra, com 21, é estuprada e decide entregar o bebê para adoção.As duas são tripudiadas publicamente porque não é sobre aborto ou adoção. É sobre controle, violência e ódio contra as mulheres.

— Manuela (@ManuelaDavila)

Klara, não há o que falar, não há o que pensar. Só te confortar de alguma forma, da forma que podemos aqui distante. Você está se transformando numa mulher incrível e merece ser feliz. Fica bem. Estamos contigo ??

— Fê Paes Leme (@FePaesLeme)

Sinto muito por saber que tenha passar por isso! Mas você é uma mulher f* e cheia de coragem!Você não está sozinha!Força lindona ??

— Sarah Andrade (@ssarahandrade)

As mais lidas agora

ID: {{comments.info.id}}URL:

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

enviar comentário

O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário.

responder

Ver mais respostas Ver mais comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.