Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 21 DE FEVEREIRO DE 2018

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  20/02/2018   GM vai aumentar produção em São Caetano, que terá carros inéditos a partir de 2020 - Dentro de 1 ano, montadora passará a fabricar 330 mi...     20/02/2018   INFRAERO LANÇA LICITAÇÕES NO SUL - A Infraero publicou os editais de licitação para a concessão dos terminais de carga (Teca) dos aeropor...     20/02/2018   AMAZON NEGOCIA GALPÃO NO BRASIL - O grupo americano de varejo online Amazon.com está transferindo as operações logísticas no Brasil para ...     20/02/2018   ALCIS É PARCEIRO GOLD DA ORACLE - A ALCIS, sócia-apoiadora da Abralog, iniciou em 2017 um processo de certificação na ORACLE. Registrou o...     20/02/2018   CNL SERÁ JUNTO COM A INTERMODAL - Nova parceira da UBM, a Associação Brasileira de Logística, a Abralog, realiza sua XXI Conferência Naci...     20/02/2018   2018: ano de investir no transporte - Leia a primeira parte da entrevista concedida pelo presidente da CNT, Clésio Andrade, à edição de j...     20/02/2018   Presidente da CNT fala sobre os 25 anos do SEST SENAT - Leia a segunda parte da entrevista de Clésio Andrade concedida à Revista CNT Tran...     20/02/2018   ANTT aprova plano de outorga da Ferrovia Norte-Sul - Trecho de 1.537 km da ferrovia será subconcedido.     20/02/2018   Começa primeira certificação internacional voltada para o setor ferroviário - Oferecido pelo ITL e pelo SEST SENAT, o curso internacional...     20/02/2018   Metrô: debate previsto para 2 de março - Recém-anunciada a rescisão de contrato entre o Governo do Estado e o consórcio formado pela Acci...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

12/10/2017

Agora é a vez da mobilidade elétrica

Artigos / Entrevistas

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Os últimos anúncios internacionais, de países como Noruega, Alemanha e França, assim como as expectativas pelo posicionamento da China exigem dos brasileiros pelo menos uma reflexão. De pequenos países a grandes potências, que são sedes de desenvolvimento das maiores marcas de automóveis do mundo, parece certa a data para o fim da comercialização e – o mais importante e difícil de acreditar – da circulação de automóveis a combustão nestes países.

Discute-se no Brasil a política industrial do setor automotivo para os próximos 12 anos, ficando restrita ao GT3 a vertical do que se fará ou não em relação aos veículos elétricos e híbridos no País.

No Brasil, tais veículos ainda possuem números modestos, embora tenham recentemente alcançado aumento de oferta e consumo com a isenção dos impostos de importação (de 35% para 0% no caso dos elétricos puros) e a redução dos mesmos tributos para 4% ou 7% no caso dos híbridos, a depender da eficiência energética.

Ainda assim, os veículos elétricos e híbridos no País são dependentes do câmbio e não somam 6 mil unidades computadas até setembro deste ano. Em sua maioria, são híbridos não plug-ins, veículos que não usam e não dependem da infraestrutura de recarga para circularem.

Para os elétricos puros e híbridos plug-ins, que demandam eletropostos, não há regulamentação para a comercialização de energia, restrita aos concessionários da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). No caso de uma iniciativa privada, a energia elétrica poderia ser gratuita, o que seria suportável pelo baixo custo, somado ao reduzido consumo. No entanto, novas regras serão exigidas para os modelos de negócios emergentes com as tendências de aumento no número de veículos e, consequentemente, no consumo de KW.

Enquanto isso, os superesportivos e os carros de luxo seguem a tendência de se tornarem híbridos sem consulta ao consumidor. O apelo tecnológico, o perfil sustentável das baixas emissões e, sobretudo, a resposta esportiva da tração elétrica tanto na aceleração (grande torque) quanto na frenagem (regeneração), alinhados às políticas públicas e industriais dos países de origem, estimulam no Brasil o consumo e o contato com a nova geração de produtos.

Algumas soluções poderiam levar em consideração o híbrido etanol, não como solução definitiva, mas de transição para os híbridos. Da mesma forma, a pesquisa do etanol como fonte de hidrogênio para os veículos FCV, servindo de justificativa para a adaptação dos produtos com matrizes no País, com algum P&D diferencial e apoio de fomentos e outros players importantes do agronegócio.

Quem tiver interesse de discutir este assunto está convidado para ir ao 6º Simpósio SAE BRASIL de Veículos Elétricos e Híbridos, que reunirá lideranças de montadoras, sistemistas, centros de pesquisa, distribuidores de energia, provedores de eletropostos e órgãos do poder público no Clube Transatlântico, em São Paulo, dia 18 de outubro.

Por: Ricardo Takahira, consultor proprietário da RTC2 Research & Technology Consulting, chairperson do 6º Simpósio SAE Brasil de Veículos Elétricos e Híbridos e vice coordenador da Comissão Técnica de Veículos Elétricos e Híbridos da SAE Brasil.

 

Por Portal Fator Brasil - Ricardo Takahira **

 

Link(s) Relacionado(s): www.transgabardo.com.br  www.rglog.com.br 

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

2018: ano de investir no transporte

Gás para desenvolver

A inevitabilidade da estratégia

O caminho para reduzir a desigualdade

Agricultura Digital: Ferrari em estrada de terra e com piloto sem habilitação

GM vai aumentar produção em São Caetano, que terá carros inéditos a partir de 2020

INFRAERO LANÇA LICITAÇÕES NO SUL

AMAZON NEGOCIA GALPÃO NO BRASIL

ALCIS É PARCEIRO GOLD DA ORACLE

CNL SERÁ JUNTO COM A INTERMODAL

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística