Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 20 DE JULHO DE 2018

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  19/07/2018   Logística reversa: a importância da conscientização - Desde 2010, está vigente no Brasil a Lei 12.305, de logística reversa, que faz part...     19/07/2018   Por que os rótulos dos alimentos vão mudar? - O Brasil foi um dos pioneiros em adotar rótulos nas embalagens contendo a tabela nutriciona...     19/07/2018   Lei Seca: a quem beneficia? - Uma década após a promulgação da Lei N° 11.705/08, mais conhecida como Lei Seca, que impõe punições duras p...     19/07/2018   Porto do Rio celebra 108 anos - Inaugurado em 20 de julho de 1910, o Porto do Rio de Janeiro faz parte da história da cidade maravilhosa,...     19/07/2018   Renovações das concessões ferroviárias: O ato administrativo e as oportunidades abertas - O final da fase de grupos alimentara nossas esp...     19/07/2018   Avaré - Pare e Siga na Ponte Carvalho Pinto (SP 255) - A CCR SPVias, empresa fiscalizada pela ARTESP (Agência de Transportes do Estado de...     19/07/2018   Rota das Bandeiras repassa mais de R$ 20 milhões a 18 municípios no primeiro semestre de 2017 - Valor é referente ao imposto arrecadado n...     19/07/2018   RGE reforça rede elétrica em Pinhal Alto, interior de Nova Petrópolis - Município recebeu R$ 884 mil em obras nos três primeiros meses de...     19/07/2018   Workshop para mitigação de impactos à fauna reúne especialistas e estudantes em Bauru - Encontro contou com o apoio da Entrevias e discut...     19/07/2018   CART apresenta resultados na proteção da fauna - Redução de 72% nas ocorrências foi destacada no 1º workshop sobre o tema no Centro-Oeste...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

13/06/2018

A COMPENSAÇÃO DE DÍVIDA DE ICMS ATRAVÉS DE PRECATÓRIOS PODE SER UMA BOA OPÇÃO PARA GOVERNO, EMPRESAS E PRECATORISTAS

Economia

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Criado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul para permitir que devedores de tributos estaduais quitem pendências usando Precatórios, o Programa Compensa-RS foi lançado em 21 de março pelo Governador José Ivo Sartori.

 

A oportunidade pode ser uma opção interessante para todas as partes. Com ela, o Estado tem a possibilidade de abater a sua dívida dos Precatórios com a população, que, somados, atingem a quantia de R$ 12,4 bilhões - o montante pode ser reduzido em até 50%. Já para as empresas devedoras, é uma forma de regularizar a situação de inadimplência junto ao fisco estadual sem desembolsar todo o valor em espécie, e ainda com custo menor, tendo em vista o deságio do valor de mercado. O Estado ainda está oferecendo até 30% de desconto nos juros na hora da compensação”, diz Natalino Vicente, advogado coordenador do setor de Precatórios da Renaud e Renaud Advogados Associados.

 

Para os Precatoristas que aguardam em média 15 anos para receber o valor dos seus Precatórios, é uma opção de recebimento mais rápido, porém com valor reduzido. No caso dos Precatoristas, existe uma lista de prioridades, preferencialmente recebem quem tem idade acima de 60 anos, e, em uma super preferência, quem tem idade acima de 80 anos ou doença grave.

 

No Escritório Renaud e Renaud Advogados Associados, atuante na área há mais de duas décadas, o movimento de Precatoristas interessados em informações sobre esse novo programa do Estado tem crescido consideravelmente.

 

Através do Compensa-RS, nem todos os Precatórios são passiveis de compensação, somente os devidos pelo Estado do RGS, suas autarquias ou fundações, que estejam vencidos e não possuam litígios judiciais, titularidade incerta sem habilitação de sucessores e não sirvam de garantia de débito diverso ao indicado para compensar. O processo de compensação é relativamente rápido, porém o que tem demorado cerca de 30 dias é a emissão da certidão pelo Setor de Precatórios, documento este que fornece o valor líquido do credor e atualiza o crédito”, diz Otávio Silva, advogado gestor da Renaud e Renaud Advogados Associados.

 

Para aderir à iniciativa, as empresas deverão oferecer os Precatórios, títulos estes que podem ser utilizados para abater o percentual máximo de 85% (oitenta porcento) da dívida. Os 15% (quinze porcento) restantes da dívida terão de ser pagos a vista ou parceladamente - o devedor terá de pagar, de imediato, até um dia depois de pedir a compensação, 10% (dez porcento) do débito em dinheiro, em até três parcelas, e os 5% (cinco porcento) restantes podem ser parcelados em até 60 vezes.

 

Hoje, no Estado do RGS, são R$ 37,1 bilhões em dívida ativa (aquela que o Estado tem a receber) e R$ 12,4 bilhões em Precatórios (títulos que o Estado deverá pagar aos seus credores). Considerando a obrigatoriedade legal dos estados de pagarem suas dívidas de Precatórios até o ano de 2024, a expectativa é de que o Programa Compensa-RS ajude o Governo do Estado do RGS a recuperar recursos de difícil cobrança e ainda reduzir a fila de Precatoristas.

 

Para valer a pena para as empresas se utilizarem deste recurso e estimular a adesão ao Programa, o Governo do Estado decidiu dar desconto nos juros das dívidas. As empresas devedoras de ICMS têm até 02 de agosto para aderir ao Compensa-RS e garantirem o abatimento de juros. Depois disso, embora a possibilidade de negociação prossiga até 2024, o benefício perde a validade, a menos que o Programa seja prorrogado.

 

Entre as condições para aderir ao Programa de Compensação, o Precatório deve ser oriundo do Estado do RGS, de suas autarquias ou fundações e tem de estar vencido, o débito tributário deve estar inscrito em dívida ativa até 25 de março de 2015 e, por fim, não pode ser objeto de impugnação ou recurso. Além do mais, o devedor não pode gerar novas dívidas de ICMS enquanto tramita o pedido de compensação.

 

Por vivacomunicacaors.com.br

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Rota das Bandeiras repassa mais de R$ 20 milhões a 18 municípios no primeiro semestre de 2017

Indústria Automobilística ainda pode resgatar cerca de R$ 500 milhões do Reintegra

Investimento em transporte e logística pode trazer economia de até 15% ao setor sucroenergético

Veja os cinco caminhões mais vendidos em 2018

Preço do diesel cai R$ 0,40 após greve dos caminhoneiros, mas gasolina sobe R$ 0,18 no RS

Logística reversa: a importância da conscientização

Por que os rótulos dos alimentos vão mudar?

Lei Seca: a quem beneficia?

Porto do Rio celebra 108 anos

Renovações das concessões ferroviárias: O ato administrativo e as oportunidades abertas

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística